1 – CUIDADO COM O EXCESSO DE INFORMAÇÕES

Tente não ficar conectado o tempo todo com as notícias, isso aumenta a sensação de incertezas e aumenta preocupações. Se perceber que isso te deixa mal, dê um tempo e vá ver ou fazer coisas que gerem bem estar. Filtre a quantidade e qualidade das informações que recebe e se possível, partilhe histórias positivas.

2 – CUIDE DO SEU CORPO

Tente praticar exercícios e se alimentar de forma saudável. Relaxar, praticar meditação e alongamento, além de evitar o abuso de álcool, isso faz toda diferença na saúde física e mental.

3 – FAÇA COISAS QUE GOSTA

Ouvir uma boa música, fazer um curso online, ler aquele livro esquecido ou assistir aquela série que te recomendaram, aproveite o tempo disponível para isso.

4 – PRATIQUE A RESILIÊNCIA

Tente perceber o que pode aprender com tudo o que está passando, olhe a situação de forma realista sem entrar em pânico. Descubra qual o seu melhor jeito de passar por tudo isso e lembre-se que isso não durará para sempre.

5 – APROVEITE PARA COLOCAREM AS COISAS EM ORDEM

Sabe aquela arrumação de armário, de arquivos e fotos do computador, de emails da caixa postal, das plantas da casa. Aproveite o tempo e faça coisas que possam ocupar e relaxar a sua mente.

6 – TENTE ESTABELECER UMA ROTINA

Tente fazer as coisas nos mesmos horários e criar uma rotina de trabalho e autocuidado, isso ajudará o dia a acontecer de um jeito mais organizadoe tranquilo.

7 – SE CONECTE COM PESSOAS

Tire uma parte do seu dia para conversar com outras pessoas e interagir com os que estão na sua casa. Seja para falar sobre trabalho, estudo ou como está se sentindo. Não se isole!

8 – NÃO PARE SEU TRATAMENTO

É normal se sentir nervoso ou com medo, mas se você está em tratamento médico, não pare a medicação e procure seu médico se perceber uma piora nos sintomas.

9 – PEÇA AJUDA SE PRECISAR

Se você perceber que está extremamente sobrecarregado, ansioso, depressivo pensando em se machucar ou em suicídio, procure seu médico, psicólogo ou familiar e não se esqueça do Programa de Apoio Pessoal através do telefone 0800-776-3030.

 

Fontes/adaptado: Organização Mundial da Saúde, BBC News, Lancet Review e www.vitaalere.com.br